STTP reúne ciclistas e apresenta projeto piloto de implantação de ciclovia na Rua Almeida Barreto.

A Prefeitura de Campina Grande, por meio da STTP, realizou na manhã desta quinta feira, 22 de outubro, a primeira reunião para apresentação e discussão de um projeto piloto para implantação de ciclovia de Campina Grande.

O projeto de implantação de ciclovias e ciclofaixas na cidade tem sido uma preocupação permanente da gestão do prefeito Romero Rodrigues e está contemplada no Plano de Mobilidade Urbana do Município (PlanMob), um dos primeiros do Brasil a ser entregue em tempo hábil.

A reunião, presidida pelo superintendente da STTP, Félix Araújo Neto, contou com a presença do Secretário de Obras, André Agra, do Secretário Executivo de Esportes, Teles Albuquerque, além de ciclistas ativistas, grupos de pedais e comerciantes.

O projeto inicial terá um itinerário na Rua Almeida Barreto (trecho do Hiper Bompreço até o prédio da Vitamilho), que é uma via de ligação com Avenidas e Ruas como: Vigário Calixto, Assis Chateabriand, Miguel Couto, Rotatória do INSS, Parque da Criança, entre outras. A intenção da STTP, é de que ainda no mês de novembro o projeto seja executado, reorganizando a circulação de bicicletas naquele trecho, e futuramente ser ampliado por toda a extensão da Rua Almeida Barreto, com todas as alterações possíveis e sugeridas democraticamente.

De acordo com o Superintendente Felix Neto, a proposta desse projeto piloto foi apresentada com o esclarecimento de dúvidas, sugestões de ideias, e principiando a formalização das ações como demanda do grupo técnico do PlanMob. “Apresentamos nossa proposta de ciclovia junto ao meio-fio no sentido de via. Mas, precisamos estabelecer esse dialogo com os ativistas e demais interessados, já que hoje a bicicleta é usada por inúmeros campinenses, seja para o trabalho, seja por lazer. E, o trecho sugerido da Rua Almeida Barreto, contempla esse projeto piloto como modelo para outras artérias da cidade”, disse o dirigente.

Os participantes da reunião se mostraram favorável à causa, na possibilidade de implantação de novas ciclovias e ciclofaixas no município, não apenas para viabilizar novas rotas de passeio para os ciclistas, mas também para a bicicleta ser utilizada como um meio de transporte, facilitando na mobilidade das pessoas, e reconhecendo que é preciso incentivar novas alternativas de transporte para melhorar o trânsito, que aumentou muito nos últimos anos no município.

Ao final do encontro todos garantiram apoio ao projeto piloto, que vai beneficiar não só as pessoas que utilizam este meio de transporte, tanto para a prática de esportes, e como um instrumento de trabalho, além de garantir mais segurança a todos que trafegam naquele trecho, e que seja assim uma ação em defesa da vida.

Fonte: STTP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *