Rio: sem ajuda do poder público operação de ônibus vai parar na sexta-feira

O presidente da RioÔnibus, Claudio Callak, afirmou nesta quarta-feira (25) que caso a RioÔnibus não receba apoio financeiro do poder público, deixará de funcionar na sexta-feira (27).

Sem o apoio do poder público, as empresas de ônibus não têm mais como operar a partir desta sexta-feira (27). Nós cumprimos todas as determinações até então impostas pelo poder público. Atendemos a população, entretanto, a gente está entrando em um cenário de caos absoluto , afirmou ele em um vídeo.

Sem apoio do poder público, assim como houve por exemplo em São Paulo, as empresas já não têm mais como arcar com seus compromissos básicos, como compra de óleo diesel e o pagamento da folha salarial de 26 mil famílias, que são nossos rodoviários , completou.

Ele fez ainda um apelo às autoridades para que haja prioridade na assistência à situação dos trabalhadores dos ônibus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *