Prefeitura e Governo do Estado de São Paulo lançam campanha conjunta contra abuso sexual em todos os meios de transporte

Em junho, o Diário do Transporte já havia anunciado a novidade

ADAMO BAZANI

Prefeitura Estado de São Paulo lançam de forma oficial nesta terça-feira, 29 de agosto de 2017, a campanha “Juntos Podemos Parar o Abuso Sexual nos Transportes”, que diferentemente das iniciativas anteriores vai ser realizada em todos os modais de transporte coletivo da capital paulista e região metropolitana: ônibus municipais de São Paulo (SPTrans), Metrô, CPTM, ônibus metropolitanos (EMTU) e Corredor Metropolitano ABD (EMTU/Metra).

Serão colocados cartazes e peças publicitárias em ônibus, trólebus, trens, terminais e estações A campanha também vai contar com vídeos e já está nas redes sociais.

O objetivo é conseguir “uma mudança de cultura que estimule vítimas de abuso sexual nos transportes e/ou pessoas que presenciam algum caso a denunciarem os agressores, e consequentemente, iniba futuras agressões.”

Diário do Transporte, em primeira mão, no mês de junho já havia noticiado sobre a campanha, quando cobriu seminário sobre tendências da mobilidade, realizado pela UITP  – União Internacional de Transporte Pública para a América Latina.

Na ocasião, a chefe do departamento de relacionamento do Metrô de São Paulo, Cecília Guedes, afirmou que campanhas em diferentes meios de transportes integrados tendem a surtir mais efeito.

“Os meios de transportes são integrados. Normalmente, o mesmo passageiro e o mesmo agressor que usa o metrô também vai estar na CPTM e nos ônibus. Assim, é necessária uma abordagem geral nos transportes. Também a campanha deve atingir aqueles que não usam o metrô e não tiveram acesso às mensagens anteriores. Os detalhes estão sendo finalizados. Estamos muito otimistas em relação aos resultados”

A campanha e as peças publicitárias foram desenvolvidas em parceria entre as gestoras e operadoras de transportes coletivos, associações de defesa da mulher e o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

A inspiração veio a partir da campanha “Você não está Sozinha”, realizada pelo Metrô de São Paulo, após os casos que ocorreram em estações e trens crescerem e chamarem atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *