Ônibus clandestino é apreendido após quebrar e deixar passageiro abandonado

Um ônibus que fazia o transporte clandestino de passageiros foi apreendido na segunda-feira (16) após quebrar e deixar os passageiros às margens da BR-153, em Hidrolândia , na Região Metropolitana Goiânia. Além dos problemas no motor, o veículo não tinha cinto de segurança e o motorista não era capacitado para fazer esse tipo de transporte.

Os 46 passageiros saíram de São Paulo com destino ao Piauí. Ao passar por Goiânia, uma fumaça preta tomou conta do ônibus e os passageiros ficaram assustados. “Começou quase a pegar fogo, sair fumaça, começamos a gritar dentro do ônibus”, disse o montador Andrey de Souza Lima.

“Achei que o motorista tinha perdido o controle e estava indo para o mato. Tentamos quebrar o vidro [para sair], mas não consegui”, completou o ajudante Rildo Souza.

Os passageiros contaram que o ônibus saiu do centro de São Paulo no domingo (15) e parou várias vezes ao longo do caminho para consertar problemas mecânicos. Além disso, a Polícia Rodoviária Federal constatou que não tinha cinto de segurança, o tacógrafo desativado, o motorista não tinha a lista de passageiros, documento exigido por lei, e não tinha o curso necessário para fazer o transporte de pessoas.

Os passageiros contam que o ônibus não sai da rodoviária e cobra um preço muito menor do que outras empresas. “Essa coisa barata demais pode ficar muito cara. Quantos e quantos casos nós temos de pessoas que já morreram nesse ônibus clandestinos e veículos em más condições? A população também precisa entender e não aceitar esse tipo de transporte“, disse o inspetor da PRF, Newton Morais.

O veículo foi apreendido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A PRF não soube informar para onde os passageiros foram levados.

Veja outras notícias da região em G1 Goiás .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *