Novo Hamburgo (RS): Prefeitura e empresas negociam ajuda emergencial para o transporte público

Segue o impasse com as empresas de transporte municipal em Novo Hamburgo. Os administradores das prestadoras do serviço de transporte público Futura, Hamburguesa, Courocap e Feitoria consideraram insuficiente proposta recebida da Prefeitura e seguem em negociação.

Representantes das empresas se reuniram na quarta-feira (10) para avaliar a proposta recebida da administração municipal, que ofereceu ajuda emergencial com um valor aproximado de R$ 150 mil por mês ao consórcio das empresas, para manutenção do transporte.

“Demos um passo importante já que a Prefeitura acenou e se mostrou disposta a olhar para a situação”, explica o assessor jurídico das transportadoras, Darci Norte Rebelo Jr. Porém, o valor, segundo Rebelo, não seria suficiente para compensar os prejuízos. “O cálculo da Prefeitura para esse auxílio é sobre os R$ 0,70 referentes ao aumento da tarifa, que não foi deferido em março. Esse aumento calculado era relativo aos 12 meses anteriores, ele não levou em conta o período de pandemia, que elevou o valor do quilômetro rodado”, explica.

Uma resposta das empresas foi protocolada na Prefeitura no final da tarde, para avaliação. “A Prefeitura tem todos os dados técnicos dos custos, arrecadação, quilômetros rodados. Nos dispomos a colocar nosso técnico junto com um técnico da Prefeitura para avaliar a situação. O primeiro passo foi dado, agora vamos seguir com o diálogo”, afirma o assessor, que ainda confirmou a continuidade da prestação do serviço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *