Força no pedal! Como as bikes estão mudando 10 capitais

pedalO Rio de Janeiro é uma das cidades brasileiras mais engajadas na promoção das bicicletas.  De 1994 a 2012, o uso das magrelas como meio de transporte aumentou 610% no município. Hoje, elas representam 3% dos deslocamentos diários, com destaque para o uso intenso na Zona Oeste. A região concentra 62% das ciclovias da cidade, seguida da Zona Sul (20%) e da Zona Norte (18%). Uma senhora mão na roda é o sistema de compartilhamento de bikes, que já conta com cerca de 160 estações e 1600 magrelas. O plano é acrescentar mais 100 estações e 1000 bicicletas até meados de 2015.

Apesar do cenário positivo, muita coisa ainda pode melhorar. Segundo a ONG Transporte Ativo, referência no assunto, atualmente só é possível realizar integração entre diferentes modais de transporte – bicicleta, metrô, trem e barcas – sob algumas condições e em regiões específicas da cidade. Elaborar um processo de intermodalidade eficiente e sistêmico, portanto, é um dos desafios que precisam ser superados pela cidade. Melhorar a relação e o respeito entre os diferentes modais também é urgente. Uma cena comum é ver carros circulando em cima da faixa exclusiva para ciclistas. Até o final de 2015, a prefeitura do Rio espera alcançar um total de  493 km de ciclovias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *