Dia do mototaxista: Categoria tem mais de mil profissionais legalizados em Campina Grande

1393348704705-mototaxi

Pilotar motocicleta é uma atividade bem antiga, afinal, a  primeira moto patenteada e produzida foi em 1894, na Alemanha, era a Motorrad, a avó da Honda e de lá para cá, a motocicleta ganhou variadas formas e tornou-se um importante meio de transporte, principalmente pela agilidade e possibilidade de transitar em qualquer via.

Além de meio de transporte, ela inspirou a criação de um dos esportes mais radicais e  perigosos: o MotoCross, modalidade esportiva que surgiu na Inglaterra, e popularizou-se  pela Europa nas décadas de 50 e 60.Também conquistou  o coração de alguns viajantes. Os “motoqueiros viajantes” são pessoas que além de amar o transporte de motor e duas rodas, amam viajar e é isso que fazem de melhor.

Além de meio de transporte,  prática de esporte e uma paixão de muitos, a motocicleta tornou-se também um instrumento de trabalho. É assim, pilotando uma moto, transportando passageiros e coisas que vivem inúmeras pessoas. São os motoboys, motofretistas e mototaxistas  espalhados por todo o Brasil.

A importância da atividade motivou a criação e reconhecimento da profissão de mototaxista através da Lei 12.0009/de 24 de setembro de 2009, que alterou a Lei 9.503/97 do Código de Trânsito Brasileiro, e dispõe sobre a obrigatoriedade do uso de equipamentos individuais de proteção, curso específico para o exercício, placa da motocicleta na categoria “aluguel” (cor vermelha), e equipamentos de segurança no veículo: corta-pipa e mata-cachorro.

A lei 12.009/2009 também estabelece critérios para o exercício da profissão, dentre eles: ter no mínimo 21 anos de idade e ser habilitado há, pelo menos, dois anos. Além disso, o profissional precisa estar autorizado e devidamente legalizado pela administração municipal.

Em Campina Grande são mais de 1000 mototaxistas cadastrados pela superintendência de trânsito e transporte público que transitam entre nós todos os dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *