Coronavírus: Campinas suspende passes estudante e universitário

O prefeito de Campinas, no interior de São Paulo, Jonas Donizette, decidiu suspender os passes estudante e universitário a partir desta quarta-feira, dia 25 de março de 2020, como medida para o combate ao coronavírus na cidade.

gratuidade do transporte público para os idosos também poderá ser interrompida após a campanha de vacinação contra a gripe, segundo Donizette.

O objetivo das alterações no transporte público é reduzir a circulação de pessoas na cidade e, assim, diminuir o risco de contágio pelo coronavírus.

O prefeito também informou que agentes de mobilidade urbana da Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) passarão a atuar nos terminais de ônibus para orientar as pessoas sobre a necessidade de ficarem em casa.

“Neste primeiro momento, a atuação não será para restringir a locomoção, mas para esclarecer os cidadãos sobre os riscos da pandemia”, informou a Prefeitura, em nota.

Além disso, o prefeito também anunciou o retorno da linha 3.41 – Jd. São Gabriel, com o objetivo de minimizar a lotação da linha 1.73 – Jd. São Vicente / Parque Itália.

Também será feito o reforço de frota das linhas 3.13 – CDHU – Amarais e 3.32 – Hospital das Clínicas, segundo a Emdec.

“Nós estamos suspendendo os passes universitário e estudante, porque neste momento as aulas estão suspensas. No caso dos idosos, a recomendação é que só utilizem se precisarem sair para tomar a vacina da gripe, depois disso, nós também podemos suspender a gratuidade“, disse o prefeito.

Nesta quarta-feira, 25, também foi publicado um novo decreto, esclarecendo pontos sobre o decreto 20.782 de calamidade pública e de quarentena, publicado no domingo, dia 22 de março.

Segundo o prefeito, a Administração Municipal está fazendo os ajustes necessário, de acordo com os questionamentos recebidos.

 

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *