Com licença revogada em Londres, Uber corre risco na Europa

O maior mercado da Europa para o Uber Technologies está em risco depois que reguladores de Londres revogaram a licença do serviço de transporte por aplicativo pela segunda vez em menos de três anos, alegando preocupações com a segurança.

O órgão regulador de transporte de Londres disse que o Uber não conseguiu checar adequadamente a identidade de motoristas e oferecer um serviço seguro aos passageiros. Pelo menos 14 mil viagens foram realizadas por motoristas que não eram quem diziam ser. Um motorista acusado de usar o aplicativo do Uber irregularmente já havia tido uma licença privada revogada pelo órgão regulador. A pessoa havia recebido uma advertência por distribuir imagens indecentes de crianças, disse um porta-voz da agência Transport for London (TfL).

“A brecha foi fechada”, disse Heywood em entrevista na segunda-feira à Bloomberg Television. “Impedimos os motoristas implicados de fazer novas viagens, depois fizemos auditorias completas de todos os motoristas em Londres.”

“Um dos riscos mais significativos” para o Uber vem das ameaças de suas licenças em grandes mercados, como Nova York e Londres, disse o analista da Loop Capital, Jeffrey Kauffman, em nota divulgada na segunda-feira. Ele reduziu o preço-alvo para a ação da empresa de US$ 48 para US$ 41. “A longo prazo, esperamos que o Uber esteja operando em Londres, embora não possamos descartar a possibilidade de períodos de incerteza.”

–Com a colaboração de Tony Aarons. | Revista Exame

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *