Cidades da Bolívia celebram dia sem carro em prol do meio ambiente

O evento que proíbe os carros de circularem na cidade começou há 18 anos em Cochabamba, uma das cinco cidades mais poluídas da América Latina

ALEXANDRE PELEGI

Os habitantes das principais cidades da Bolívia levaram a sério o Dia dos Pedestres e Ciclistas, comemorado neste domingo, dia 3 de setembro. Os bolivianos deixaram os carros parados e em seu lugar praticaram esportes para ajudar a reduzir a poluição do meio ambiente.

La Paz e as cidades andinas de El Alto, Oruro e Potosí, Cochabamba, Sucre e Santa Cruz foram as que restringiram o uso de automóveis nesse dia por pelo menos oito horas.

O evento principal foi realizado em Cochabamba, onde o presidente Evo Morales liderou uma caravana com centenas de ciclistas que pedalaram por várias ruas da cidade em direção ao estádio Félix Capriles.

“A poluição do ar cai entre 60 e 70%, porque 70% dos poluentes do ar provêm dos veículos”, disse Soledad Delgadillo, do governo municipal de Cochabamba. “A diferença na qualidade do ar é perceptível. A poluição cai para quase zero quando normalmente pode subir até 100 partes por metro cúbico “, disse Jorge Martin Villarroel, diretor da ONG ambiental PAAC.

À medida que a população de classe média da Bolívia crescia nos últimos 10 anos, o número de carros que obstruem as ruas da cidade também aumentava na mesma medida.

O evento que proíbe os carros de circularem na cidade começou há 18 anos em Cochabamba, uma das cinco cidades mais poluídas da América Latina, e gradualmente se tornou presente em todo o país. Tornou-se tão popular, que em 2011 o governo boliviano criou uma lei que instituiu o “Dia Nacional do Pedestre e do Ciclista em defesa da Mãe Terra”, marcando a data anual de celebração no primeiro domingo de setembro.

Mas em Cochabamba agora são três dias dedicados aos pedestres por ano, incluindo o dia nacional, enquanto a cidade de Potosi, nas terras altas da Bolívia, recentemente estabeleceu quatro dias.

Em La Paz, capital da Bolívia, o dia dos pedestres de 2017 também foi usado para promover a participação no esporte.

No Brasil o “Dia Mundial sem Carro” é uma data internacional celebrada dia 22 de setembro, em cidades do mundo todo. Assim como o evento boliviano, o objetivo é estimular uma reflexão sobre o uso excessivo do automóvel, além de propor às pessoas que dirigem todos os dias que revejam a dependência que criaram em relação ao carro ou moto.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transporte

Com informações da agência EFE e do jornal The Guardian (UK)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *