Campinas dá prioridade para a Faixa Seletiva

Faixas para a circulação exclusiva de ônibus já estão prontas na Avenida Andrade Neves, em Campinas, e começaram a funcionar ontem. O trecho 650 metros, do lado direito da via, fica entre as avenidas Benjamin Constant e Barão de Itapura. A velocidade no trecho foi reduzida de 60km/h para 50km/h. Os motoristas devem estar atentos à sinalização para respeitar as regras e evitar multas. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) especifica que transitar nas faixas exclusivas de ônibus é infração gravíssima, com sete pontos na Carteira de Habilitação (CNH) e multa de R$ 293,47.

Neste primeiro momento, os agentes da Mobilidade Urbana da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) agirão de forma educativa, orientado os motoristas. Carlos José Barreiro, secretário de Transportes, reforçou a necessidade de respeito às regras. “Haverá um período de acomodação nos próximos 90 dias para que todos possam se acostumar à nova dinâmica de circulação. Após esse período, o desrespeito ao espaço destinado aos ônibus será punido. Assim como os casos claros de cometimento intencional da infração.” Vale destacar que nas avenidas e ruas com faixas exclusivas, não é proibido atravessar a mesma para acessar as vias que as cruzam. Placas de sinalização indicam o ponto de entrada na faixa exclusiva para a conversão sem risco de multa.

faixa exclusiva da Andrade Neves será utilizada por 23 linhas do transporte coletivo: 118; 132; 193; 213; 241; 241.1; 242; 331; 332; 349; 354; 357; 362; 366; 367; 381; 385; 386; 396; 403; 408; 408.1; e 502.

Segundo a Emdec, a Avenida Andrade Neves tem a circulação média de 92 ônibus por hora e registra um volume de 41,4 mil veículos em circulação por dia. A implantação da faixa teve início em novembro a um custo de R$ 71,5 mil. A Avenida Andrade Neves recebeu nova sinalização viária, pintura de faixas de pedestres, retenções, balizamentos e legendas. A faixa da direita da via foi alargada. Barreiro disse que a expectativa é de melhorar o desempenho do transporte coletivo e aumentar a segurança viária, com a segregação dos ônibus dos veículos.

Segundo o secretário, a medida é alinhada ao Plano Diretor do município, que incorpora o conceito de Desenvolvimento Orientado pelo Transporte Sustentável; ao nosso Plano de Mobilidade Urbana; e, também, ao Plano Viário, em fase final de construção.

Faixas Com a faixa na Andrade Neves, o município contabiliza 46km de trechos exclusivos e preferenciais no transporte público. Estão em fase de construção 36,6km de corredores Bus Rapid Transit – Ônibus de Trânsito Rápido (BRT), nas regiões do Campo Grande, Ouro Verde e Central, que dão exclusividade aos ônibus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *